Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo
Cohab-SP oferece oportunidade para renegociação de contrato para famílias da zona leste

A ação auxilia famílias inadimplentes e gerou o retorno de cerca de R$ 38 milhões ao município


Data: 12/11/2019

Por: Assessoria de Comunicação Social – COHAB-SP


A foto é vista de cima, e mostra todo o auditório cheio de cadeiras, mesas e funcionários da Cohab atendendo os mutuários.

 

No último sábado (09/11) a Prefeitura de São Paulo, por meio da Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab-SP) e da Secretaria Municipal de Habitação (SEHAB), promoveu mais um mutirão de negociação para mutuários inadimplentes, “Cohab Negocia”. Com o objetivo de oferecer a oportunidade para mutuários colocarem as parcelas de suas unidades em dia, cerca de 4.000 famílias da zona leste da cidade foram convocadas para a ação, que aconteceu no CEU Aricanduva.

O evento aconteceu em parceria com a Procuradoria Geral do Município, Tribunal de Justiça e do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC). Os mutuários que possuíam 3 ou mais parcelas em atraso, receberam a convocação da Cohab-SP com o timbre da justiça, para comparecerem ao local do evento. Os mediadores treinados pelo CEJUSC e um funcionário da Companhia efetuam a conciliação, permitindo ao mutuário escolher a oferta que melhor respeite o orçamento de sua família. Se a negociação for frutífera, o novo contrato segue para a homologação no ato, validando imediatamente o novo acordo.

Foto tirada de lado, de dois mutuários assinando os papeis de renegociação e dois representantes da Companhia conversando com eles.  A imagem mostra o auditório, com as pessoas esperando para serem atendidas, e pessoas sentadas sendo atendidas.  

 

A ação se mostra a melhor maneira para reduzir o número de inadimplência. Desde o começo do convênio, a média de acordos efetuados é de aproximadamente 99%, alcançando cerca de 8.400 famílias de toda a cidade, com 3.174 acordos formalizados resultando no montante de R$ 26.736.039,27.

Com a negociação concretizada, além de garantir ao mutuário segurança jurídica, certificando que ele não irá perder o imóvel financiado, também permite que a Cohab-SP volte a receber as prestações que estavam inadimplentes.Apenas na ação do dia 09, foram firmados 939 acordos gerando o retorno de aproximadamente R$38 milhões para os cofres do município.

  Ao lado esquerdo está um mutuário olhando para a câmera, ao lado direito está uma representante da Cohab e ao meio da foto está uma representante do Cejusc. Foto tirada da sala em que foi feita a renegociação. A foto pega todo o espaço, onde contém mesas e cadeiras, cheias de pessoas e representantes da Cohab fazendo as renegociações com os mutuários.

 

Ademais, a medida desjudicializa o processo, economizando tempo e dinheiro para ambas as partes. Hoje um processo como esse, pode custar ao mutuário mais de R$4.000,00 com prazo médio de cinco anos para um desfecho.

O convênio entre os dois órgãos, se tornou muito exitoso em 2017, com a realização de 3 eventos mensais nas sedes do CEJUSC Municipal e em Itaquera. Devido à elevada taxa de adesão, em 2018 o número de ações de conciliação foram aumentadas em 100%.

Como parte da iniciativa, a COHAB realizou o primeiro Mutirão de Renegociação no dia 1º de maio deste ano, em Cidade Tiradentes. No evento foram convocadas 1.800 famílias, atingindo 98% de acordos efetuados e recuperando cerca de R$7 milhões.



Ir para o topo desta página